Questão de segurança

Lei de Segurança Nacional

Estava subindo no ônibus, logo atrás também subia uma senhora com uma criança. A criança tropeçou, esbarrou em mim e quase cai em cima do motorista. Antes que pudesse me levantar o Exército chegou. Estávamos perto do Maracanã e eu podia ser um terrorista querendo lançar o veículo em tão grandioso estádio.

Estava no elevador com meu chefe. Soltei um pum fedido. Antes da porta abrir o Exército chegou. Estávamos chegando perto do andar da diretoria e eu podia ser um terrorista querendo acabar com o setor produtivo do país.

Estava tirando dúvida com um professor. Antes de terminar o desenvolvimento de uma equação o Exército chegou. Estávamos estudando e eu podia ser um terrorista querendo prejudicar o avanço da Ciência no país.

O Exército chegou, mas não fez muita coisa. Não tinham balas, só pirulitos. Escutamos um barulho vindo da rua.

Argumentam com a Lei de Segurança Nacional.

Acabamos por tomar um cale-se.

Era carnaval. Todos esqueceram tudo; mais uma vez a Segurança Nacional estava assegurada.

**–

José estava no Planalto. Quando o diabo o agradeceu por toda desgraça plantada e o levou, José foi enterrado com honras políticas, militares, sociais.

Anúncios

Discorde aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s