Um moribundo na boemia

Era uma vez uma região boemia de uma cidade alegre, cheia de pessoas de todas as crenças, raças e sortes. Era alta madrugada, fim de festa.

Era hora de aprumar-se à casa. Ao invés de pegar o primeiro táxi, deu preferência por caminhar pelas  as ruas antigas, com seus edifícios coloniais e suntuosos prédios governamentais, todos com lindas iluminações noturnas, coroados com a lua.

Nesse momento, imerso no silêncio filtrado da madrugada, ilhado nas suas próprias ideias, medos e amores, num compasso sem rumo na escuridão do Campo de Santana, na rigidez mecânica do relógio da Central, percebeu que o poeta tinha razão, e oras, ele sempre teve “a rua com a lua é bem mais formosa”.

Ao passar em frente ao Clube Elite, tomado por uma balada que parecia bem animada, completou sua catarse noturna. E na “cidade tão bonita, sobrou-lhe somente levar sua alma aflita e tentar acalmar as tristezas por onde passar, chorando seu ás.”

Mas pombas, “para que querer que um coração normal um dia vá te compreender” se nem mesmo tu te compreendes? Fale por você mesmo, autor sem sujeito.

Ao final, descobriu que a festa nunca termina, sempre haverá alguem para dançar e pular. Enquanto for noite há baile no Elite.

Não sabe se deseja morrer na noite de São Sebastião do Rio de Janeiro – tão gostosa-, mas alegra-se por tê-la vivido.

**–

A atmosfera filtrava e atenuava os sons; ao longo de seu torpe caminho escutava batidas eletrônicas, cuícas, vozes, cordas. E em sua mente cantava Noites Cariocas, Dama da Noite, As Rosas não falam, Recado ao Poeta, Maneiras e tantas outras músicas brasileiras, de compositores que fazem cintilar o céu das terras do Sul.

Anúncios

Discorde aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s