CALA BOCA GALVAO

Antes que me mandem calar a boca, escrevo sobre o ‘fenômeno’ CALA BOCA GALVAO. Para a piada virar perfeita, falta a intervenção do Rei Juan da Espanha, o que mandou o Hugo Chave calar a boca.

Pergunto, antes, se uma linha de titânio é menos resistente que vários galhos; qualidade vem antes de quantidade?

Uma menina no Twitter, @anacampos, expressou bem a força que o Brasil teve para pôr e manter nos trend topics (TT) do Twitter.

 

Mas a gozação que fizemos (sim, eu também entrei nessa) não reflete nem de perto nosso capacidade de persuasão na vida real. Vide caso Irã.

Nossa nação bateu o pé junto com a Turquia e no final levou um pé da ONU. É muito ruim não saber onde se pode chegar ou falar. Por mais que cresçamos, por mais que ganhamos dinheiro, ainda somos do terceiro mundo da América Latina.

Não sou a favor da plena obediência aos EUA ou qualquer outro país, que inclui a Rússia, mas há momentos que por VÁRIAS razões somos obrigados simplesmente a dizer “Sim, senhor”, ou queremos guerrinha com os membros permanentes do Conselho de Segurança ou briguinha comercial com os mais ricos? Por mais que sejamos grandes somos muito menos – tão somente nesses pontos que coloquei – que eles.

E até coleguinhas históricos de Teerã já disseram ser contra essa politica nuclear transloucada.

Creio que na verdade isso seja para propaganda do governo, afinal o pequeno David da Silva está enfrentando o czar Golias Sam. Procurem sobre os contratos comerciais firmados nesse governo e os reais contratos assinados pela indústria produtiva do país: é muito bonito assinar com a Nigéria, mas comerciamos de facto com os EUA e China. Não há surpresa.

Concluo dizendo que ninguém nasce titânio, a vontade de sair da condição de galho tem de ser de todos.,tem que ser forte e organizada. Mas no momento todas nossas forças estão apoiando CALA BOCA GALVAO.

Anúncios

Discorde aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s